Linha de Chegada.

É. Cheguei ao auge da minha dor. Ao auge de algo que não tem solução. Escrevo para não sufocar ainda mais tudo que me dilacera por dentro, mas, não sei ao certo o que dizer. Parece que todos os órgãos do meu corpo querem gritar, tomar uma atitude. Meu cérebro já não responde meus chamados, e meu coração… bem… este bate cansado e com frio. Dói, não tem remédio, e pelo que vejo, para sempre vai doer. Olho para mim e só encontro distância: distância do futuro, do passado, e do presente. Fragmentos de lembranças que quero retomar, mas que não podem ser revividas. Nada de muito concreto: um abraço aqui, um beijo ali, coisas assim, desejáveis e irremediáveis. Não mais acredito em solução, em milagres, ou em pessoas. Acredito em relatos, como este. O relato do dia em que deixei de sonhar. Julguem, achem o que for melhor achar. Nada mais arranha minha mórbida paz.

Anúncios

7 comentários sobre “Linha de Chegada.

  1. bom, você simplesmente escreveu o que eu to sentindo agora e não tive palavras.
    espero que você encontre sua paz, eu ainda to procurando a minha.
    muito bom texto, parabéns.
    e se precisar conversar, tamos ae!

    Beijos.

  2. Comassim meu!
    A solução nunca está na escuridão.
    E vc insiste em se entregar á ela.
    Não sei o motivo [ ou motivos ] da dor.
    Mas por ser alguém que adora um drama, digo…
    Não se entrega tanto, de vdd.
    Não é o caminho.
    A força pra superar está dentro de vc…
    basta querer enxergá-la…

  3. Belo texto. Como sempre, os textos mais bonitos são o de dor. Mas é algo muito bom para se escrever, e péssimo pra se viver.

    Um dia a gente encontra o equilíbrio.
    Até lá, força. Sempre.

    Beijos

  4. Como diz a música do Chico Buarque,

    “Ouça um bom conselho
    Que lhe dou de graça
    Inútil dormir
    Que a dor não passa”

    É banal dizer, mas vc tem a escolha, de sofrer ou não, a dor é inevitavel FATO!

    Escolha em ser feliz, esse caminho é o mais longo, porem ele tem algo fantastico no final!

    Qualquer coisa não pense 1/2 antes de me procurar…

    “Aja duas vezes antes de pensar…” disse Chico na mesma música

    amo (L)

  5. sabe quando voce lê um texto e parece que tudo que voce está vivendo se encaixa? mesmo barco, mesma angustia =/

  6. Querida,
    O destino se comporta com a gente de maneira inesperada. Saramago já dizia: ele já está a bater em nossos ombros enquanto pensamos, “acabou, não há mais nada que ver, é tudo igual”. Confia, escreve numa folha bem grande e cole na parede: “Isso também passa”. Lembre-se dessa frase nas horas de tristeza e tb nas de euforia, porque tudo passa. Não se iluda nem com a dor, nem com as vitórias, ambos são impostores. A única coisa verdadeira é a integridade e a paixão com que se passa pelas coisas.

    Eu acredito em vc. Avante,
    Bjs

Os comentários estão desativados.