O que procurar em um copo de vodka?

Não sabemos. Não sabemos amar, não sabemos nos expressar, não sabemos dizer o que sentimos. Ou o que não sentimos.
É muito mais fácil dizer: foda-se, não ligo. Vou voltar pro meu copo de vodka e pra minha balada, o cabelo dela me desagradou.
É muito mais fácil dizer: foda-se, não ligo. Vou ficar aqui com meus filmes, na minha casa. Não era como eu pensava.
Pode não ser como você pensava. Pode não ser como ela pensava. Pode não ser nada disso. Mas se expresse, diga o que acha. Diga qual é o problema. Ninguém vai melhorar se você não disser. Ninguém vai adivinhar qual é o próprio defeito. Ninguém vai se aceitar se não souber o que há de errado. Hoje, me aceito. Me aceito porque já apontaram um milhão de defeitos em tudo o que sou. Sou insegura, sou carente, sou chata, reparo em roupas, reparo em erros de português e cobro muitas coisas. Mas só cobro porque faço
o meu melhor. E, honestamente, tenho pena de quem não faz. São pessoas incompletas. Mas isso considerando meu ponto de vista. Cada um vive como quer e da forma que acha melhor. Não sou especial, não sou nada demais. Só quero paz e um pouco de carinho. Mas aprendi que
só posso encontrar isso dentro de mim mesma. É o que vou fazer, de agora em diante. Procurar e encontrar… dentro de mim.

Anúncios