verão

Tenho uma vida diferente, gosto dos meus amigos novos. Refiz o que foi destruído, mas algo continua quebrado. Ainda quero te levar para uma viagem por estradas bonitas.

Algumas coisas a gente só escreve pela embriaguez. E você continua sendo o pior erro: amar é um fracasso poderoso, que podemos aceitar ou não.
Sucesso não é sinônimo de dois: pra viver bem não preciso ser plural. Singular é minha sina e eu aceito ser só eu. Frio, amor, você… tudo a mesma coisa. 
Vem me dar um beijo, toda boca é bem-vinda. Todo selo é garantido e toda mágoa é engolida. É verão dentro da minha cabeça.